O que comer no pré-treino

O nosso corpo é como uma máquina potente e durante qualquer atividade física precisa de combustível. É importante saber do que o nosso corpo precisa para se alimentar e a melhor maneira é entender como ele funciona.

A glicose, vinda dos hidratos de carbono, é a forma direta de energia que o corpo utiliza para conseguir desempenhar as suas funções. Se submeter o seu corpo a algum tipo de treino e não houver a quantidade necessária de glicose, o seu organismo pensará que está a sofrer algum tipo de “risco” e a falta de energia ameaçará as suas funções vitais.

Logo, o metabolismo irá buscar energia a outras fontes, como, por exemplo, às proteínas depositadas nos nossos músculos — massa magra.

No momento em que colocamos os músculos como combustível/energia, o nosso organismo avisará por meio de sintomas como cansaço, dores, fadiga, desânimo e tonturas que não estamos no caminho certo.

Saber o que comer antes do treino varia com o tempo que cada um dispõe.

Deixo em baixo algumas dicas que são exemplos de refeições para pessoas ativas, ou seja, que treinam com frequência (mais de 3 vezes por semana), considerando musculação e atividades aeróbicas. Estes alimentos visam garantir energia suficiente para treinar e queimar gordura, além de dar condições adequadas para regeneração muscular!

REFEIÇÃO PRÉ-TREINO

ENERGIA DE LIBERAÇÃO MAIS LENTA, GRADUAL: foco em treinos de musculação ou atividades de média intensidade:

• frutas com aveia/quinoa/amaranto ou,
• pão integral com mel ou,
• batidos com leite vegetal (ex: leite de amêndoas), fruta e aveia/quinoa/amaranto

ENERGIA DE LIBERAÇÃO RÁPIDA: interessante para treinos aeróbicos mais intensos:

• frutas ou,
• sumos naturais de fruta ou,
• banana/barra de cereais orgânica com água de coco

1 HORA OU ATÉ 90 MINUTOS ANTES DO TREINO: É necessária uma dieta com alimentos mais energéticos. Sugere-se uma refeição balanceada e sólida, pois a digestão é mais lenta. O ideal é que associe hidratos de carbono com alimentos ricos em proteínas. Sugestões para refeições como café da manhã ou lanche intermediário:

• tapioca com ovos ou,
• pão integral com mel e queijo branco ou,
• panquecas com aveia ou,
• batata doce

 

(Info: Rebecca Boubli - Nutricionista Desportiva Funcional do Instituto Brasileiro de Nutrição Integrada e Pós-graduanda em Bioquímica Ortomolecular)